Seja minimalista, tenha mais bem-estar

Minimalista
Minimalista

Seja minimalista, tenha mais bem-estar
Por Viva mais verde!

Um ambiente minimalista proporciona bem estar.

Imagine esta cena: armários lotados, mesa da sala lotada de papéis, chaves, vários óculos… A pia da cozinha com louça para lavar, comida em cima da mesa… Cama desarrumada, roupa suja no chão… Tantos móveis na sala que você mal consegue andar de um lado a outro… Cadeiras espalhadas, sujeira à vista… Itens que você possui mas que não consegue lembrar quando foi a última vez que usou… Tranqueiras acumuladas em anos de peregrinação em shoppings e feiras… Qual o sentimento que um ambiente assim lhe dá?

Agora, veja estes ambientes e se imagine neles:

Ambientes minimalistas

Clique para ampliar

O que você deve ter notado agora, ao ver estas imagens, é o sentimento de conforto, paz e ordem que um ambiente minimalista proporciona. Não é o design, não é a qualidade dos objetos ou onde foram comprados. É a ordem e a inexistência de caos. É a falta de bagunça.

Um ambiente minimalista proporciona bem estar. E você pode aplicar em sua casa, seu quarto ou mesmo somente em sua mesa de trabalho ou armário em passos simples:

  1. Deve refletir você. Não adianta você querer mudar algo se isto não refletir você, a sua personalidade, o que você deseja. Não existe um padrão para um ambiente minimalista. Deve ser da forma que melhor lhe servir, da forma que lhe trouxer o melhor sentimento possível. Visualize e sinta-se confortável com a mudança que está por vir;
  2. O útil e o inútil. Comece separando os bens que realmente usa. A bagunça e a desordem surgem quando começamos a ter mais do que precisamos. Aproveite o momento para desentulhar, para se desfazer do supérfluo. Seja minimalista na posse, tenha somente o que precisa. Lembre-se que aquilo que não serve para você pode ser útil para outros, então doe ou coloque seus itens a venda em brechós;
  3. Tudo tem o seu lugar. Estar em ordem significa estar em seu lugar. Não deixe no chão ou jogado em qualquer canto um item que pode ser guardado. Mesmo objetos de decoração possuem seu lugar de harmonia. É comum o senso de que no chão somente a mobília;
  4. O que os olhos não veem… Inevitavelmente possuímos itens menores, miudezas, que são úteis de alguma forma. Para evitar o sentimento de tranqueiras e bagunça, crie gavetas, caixas e arquivos para seus itens menores;
  5. Experimente. Uma revolução minimalista é um ótimo momento para você experimentar mudanças no seu ambiente. Tenha em mente que qualidade deve ter prioridade sobre quantidade. Um ambiente minimalista não precisa ser um ambiente chato e sem cor. Ele deve ser agradável e inspirar bem estar;
  6. Respire fundo e avalie. Uma boa forma de se sentir o bem estar da sua residência (ou quarto, mesa, armário…) é fechar os olhos, abri-los e sentir o que ele lhe passa. O objetivo aqui é obter o bem estar, sentir-se confortável e ver a sua identidade refletida. O sorriso no seu rosto será um ótimo indicativo que de você chegou onde queria.

Existem vários sites com dicas para ambientes e atitudes minimalistas. É uma forma de ver e tratar as coisas e que se aplica a tudo, não somente ambientes residenciais. O importante é sempre focar no seu bem estar. Pesquise, experimente!

Tem ideias de como tornar o ambiente mais agradável? Conte-nos!

Opt In Image
Saiba sempre quando houver um novo texto!

Assine nossa newsletter e mantenha-se atualizado com novos artigos que buscam melhorar as nossas vidas. Seu email jamais será divulgado. É prático, eficiente e seguro!